Chevrolet Spin Activ7, com novo visual e sete lugares


O novo Chevrolet Spin já perdeu a vergonha e resolveu dar as caras – ao menos na versão aventureira Activ, primeira a ser revelada pela marca.
Com preços que variam de R$ 79.900 a R$ 83.400, o modelo recebeu mudanças no visual e finalmente, está alinhado com os outros carros do fabricante.


Os farois estão mais refinados e contam com filetes de leds. Na traseira, as lanternas invadem a tampa do porta-malas.
Por dentro, a segunda fileira de bancos tem trilhos para aumentar em até 6 cm o espaço para as pernas dos passageiros (ou dedicar 5 cm extras à bagagem).


E essa não foi a única melhoria para quem viaja atrás: os encostos dianteiros ficaram 2,6 cm mais finos para aumentar a amplitude sem mexer no entre-eixos.
Sentiu falta do estepe pendurado na tampa traseira? Graças a essa mudança, o Spin Activ também ganhou opção de sete lugares (batizada de Activ7).

Até então somente a configuração topo de linha LTZ tinha a terceira fileira no porta-malas. O problema é que os bancos ainda não se escondem sob o assoalho.
Só não é tão fácil perceber quais foram as mudanças no painel. O quadro de instrumentos passou a ser o mesmo do Tracker. Fora isso, a tampa do porta-luvas é nova. Se a sensação geral é de que o Spin mudou apenas o necessário, o mesmo pode ser dito ao dirigir. Afinal, quase não houve alterações no conjunto mecânico.


A GM diz que motor e câmbio tiveram atualizações eletrônicas para deixar as trocas de marchas mais rápidas, enquanto a suspensão foi recalibrada.
Na pista de testes da marca, foram necessários só 12 segundos para chegar aos 100 km/h, contra os 13,1 s da versão LTZ, que colocamos à prova em 2016.


Ao volante, quase não há diferenças comparado ao modelo anterior e o foco é conforto. Pena que ainda faltem controles eletrônicos de tração de estabilidade.
No quesito segurança, o Spin ganhou cinto de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes, além do sistema Isofix de fixação de cadeirinhas.


A lista de equipamentos de série ficou mais recheada, com câmera de ré, sensor de chuva, acendimento automático de faróis e alerta de esquecimento de pessoas ou objetos no banco traseiro.
Segundo o fabricante, a principal preocupação foi não elevar o preço em relação ao antecessor – o aumento foi de aproximadamente R$ 3.000 na opção de cinco lugares.

Isso significa que o apelo custo/benefício ainda está a favor do Spin, um dos únicos modelos com sete lugares abaixo dos R$ 100.000 (além do veterano Fiat Doblò, de R$ 87.190).


Notícias e Dicas Automotivas, Você Encontra Aqui, no Blog da Zone Car!
Blog - Zone Car Auto Parts - Auto Peças Online. Tecnologia do Blogger.