Efeito Kwid: Fiat Mobi agora parte de R$ 29.990


Com pouco mais de dois meses de mercado, o Renault Kwid está mexendo com o segmento de compactos no Brasil: com preços sugeridos a partir de R$ 29.990 (versão Life), o hatch fechou setembro na vice-liderança dos carros mais vendidos, com 10.358 unidades emplacadas, jogando o Hyundai HB20 para o quarto lugar (8.530). O Fiat Mobi, seu concorrente direto, foi ainda mais afetado, caindo do oitavo lugar em agosto (5.363 unidades) para a 14ª posição no mês passado (3.602).

Para reagir nas vendas, a Fiat já tem oferecido o Mobi, mais caro que o Kwid na tabela, a preços promocionais, como parte de uma campanha chamada "Mobi Now". Agora, o compacto da marca italiana está em oferta na versão de entrada Easy 1.0 por exatos... R$ 29.990. O preço de tabela desse modelo é de R$ 34.210.

A Fiat também está comercializando a configuração intermediária Like do Mobi com desconto, podendo ser adquirida por R$ 36.990, contra R$ 40.190 oficiais. A título de comparação, o Kwid Zen, versão intermediária do Renault, está tabelada em R$ 35.990, enquanto a configuração de topo Intense, a terceira e última opção disponível, sai por R$ 39.990.


Além disso, a montadora italiana está disponibilizando as versões citadas com condições facilitadas de pagamento. No caso do Mobi Easy, a entrada é de R$ 9.689, com o saldo divido em 60 vezes de R$ 499. Já a configuração Like tem entrada de R$ 12.339 e saldo em 60 parcelas de R$ 599. Note que, no caso do Mobi, a entrada é de aproximadamente 33% do valor total, em ambos os casos.

Já a Renault está comercializando o Kwid em sistema de reserva pelo site https://kwid.renault.com.br/reserva/?c020_model=BB1, mediante sinal de R$ 1.000 no cartão de crédito, e oferece o Kwid Life com entrada de R$ 9,9 mil e saldo em 60 prestações de R$ 509,77 (taxa de 1,23% ao mês). A marca francesa também tem outras opções de financiamento via Banco Renault, sem entrada e também com entradas de 20% e 60%.

COMPARANDO AS VERSÕES DE ENTRADA DE MOBI E KWID

Mobi (na foto abaixo, o interior da versão intermediária Drive) e Kwid são bastante semelhantes em porte e na proposta e os dois são equipados exclusivamente com motor 1.0 - de três cilindros e 70 cv de potência no caso do Renault e de quatro cilindros e 75 cv no do modelo da Fiat. Vale lembrar que na versão Drive o Mobi tem um propulsor mais moderno, o Firefly 1.0, que também tem três cilindros e rende 77 cv.


Considerando as dimensões, o hatch da Fiat é um pouco menor, medindo 3,6m de comprimento e trazendo porta-malas de 215 litros, contra 3,68m e 290 litros do Kwid, que também oferece mais espaço para as pernas no banco traseiro.

Já em relação aos itens de série, comparando o Mobi Easy com o Kwid Life (na foto abaixo, a cabine da configuração intermediária Zen), o Renault também vem mais equipado: a versão mais simples traz os obrigatórios ABS e airbags frontais dianteiros, mais dois airbags laterais, ganchos Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, abertura interna do porta-malas, indicador de troca de marchas, ajuste de altura dos cintos de segurança dianteiros e preparação para rádio.



Já o Mobi Easy não tem os airbags laterais nem os ganchos Isofix, mas conta com banco traseiro bipartido, função Follow me Home (que deixa os faróis acesos por alguns segundos depois de fechar o carro),acionamento das setas com um toque e computador de bordo com indicador de troca de marchas.

Qual é o seu preferido? O Kwid, como as vendas comprovam, está caindo no gosto dos brasileiros e o Mobi precisa correr atrás do prejuízo.



Notícias e Dicas Automotivas, Você Encontra Aqui, no Blog da Zone Car!
Blog - Zone Car Auto Parts - Auto Peças Online. Tecnologia do Blogger.